Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

18
Ago17

Ler o livro & Ver o filme

Estava eu a deitar o olho ao O fugitivo (domingo, 15:00 - RTP Memória), com o magnífico Henry Fonda, baseado no romance de Graham Greene acerca de um padre revolucionário da América Central, que tenta fugir das autoridades que o querem matar. 

Esta foto. Apenas esta foto e o filme está "vendido".

 

Ainda, a Gorduchita alertou-me para o facto, de o filme Paixões Proibidas (domingo, 23:30 - RTP1) ser uma adaptação de um conto de Doris Lessing.

 

Por isso, um domingo com excelentes propostas para um cinema "literário".

12
Ago17

Agosto no Douro (sem sair de casa)

Há muito que planeava aproveitar Agosto (mês de aniversário de nascimento de Miguel Torga) para ler o seu romance autobiográfico A Criação do Mundo. 

 

São 600 páginas pelo que precisava de um pouco de disponibilidade temporal e mental para pegar nele. Mas decididamente é o meu plano de leituras para as férias.

DSCF2240

Miguel Torga nasceu a 12/08/1907, há 110 anos. Conheci-o como muitas/os de vós, na escola, com Contos da Montanha, Novos Contos da Montanha e Bichos. Estou intencionalmente a evitar esses, porque apesar de não me recordar das histórias, recordo-me do impacto emocional.

 

Miguel Torga é pseudónimo de Adolfo Correia da Rocha. Tenho nas minhas notas (não anotei a fonte, infelizmente) que Miguel seria homenagem a outros Miguéis ilustres: Cervantes, Unamuno. E Torga seria uma planta da montanha que cresce no meio de rochas com fortes raízes e caule rectilíneo - uma excelente metáfora para a vida.

 

Outras leituras durienses, na minha lista:

Graça Pina de Morais - Jerónimo e Eulália

A M Pires Cabral - Douro: Pizzicato e Chula; Que comboio é este

Domingos Monteiro - Livros proibidos 

Pina de Morais

João de Araújo Correia - Contos Bárbaros; Contos Durienses; Rio Morto: dez contos e uma novela

Aquilino Ribeiro - Cinco Reis de Gente; É a guerra: diário; O romance de Camilo, 3 volumes

Trindade Coelho - O ABC do Povo; Os meus amores

Guerra Junqueiro - Prosas Dispersas

 

[Conhecem escritoras?]

Pág. 1/2