Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

07
Jun17

Adoecer - Hélia Correia (ou quando os livros nos abrem mundos)

1

Ando a ler a ficção de Hélia Correia - Adoecer - como se tratasse de uma porta de entrada para a pintura dos pré-rafaelitas. É impossível não ler este livro com um computador (ou telemóvel) na ponta dos dedos, pronto a interromper a leitura (ou continuá-la) com a imagem de um quadro, ou uma leitura paralela de um qualquer poema. 

 

Pelo meio, vídeos no Youtube, para ouvir e/ou ver, que ocupam a mente quando os olhos estão ocupados noutros afazeres ou cansados. Já me aventurei  numa palestra e um documentário da BBC.

 

Mas este é, também, um livro sobre as mulheres no século XIX inglês, por isso, vamos lendo sobre personagens-chave do movimento pré-feminista. Aqui cruzam-se Virginia Wolf, a sua neta, Shelley, Nightingale, Barbara Leigh Smith e outras personagens que marcaram o feminismo do séc. XIX.