Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

11
Set17

Autores Moçambicanos

1 

 

Confesso-me bastante iliterata, no que respeita a autores moçambicanos. Na verdade, no que respeita a autores de países africanos de língua oficial portuguesa, na sua globalidade. 

  

Cada país em que me aventure, é um trabalho de investigação para desencantar nomes. Depois, andar atrás deles em bibliotecas. 

  

Mia Couto é um grande embaixador da literatura moçambicana, mas não queria ficar por aí. Tenho já uma lista de potenciais leituras que inclui José Craveirinha, Paulina Chiziane João Paulo Borges Coelho, que venceu o Prémio LeYa 2009.

  

Nas minhas pesquisas, encontrei uma lista particularmente interessante: os vencedores do Prémio José Craveirinha de Literatura, para autores moçambicanos, nos géneros de poesia, ficção narrativa e drama:

 

2003 - Paulina Chiziane Niketche. Uma História de Poligamia
2004 - Eduardo White e Armando Artur Vinte e Quatro Poemas, de Malangatana
2005 - João Paulo Borges Coelho As visitas do Dr. Valdez
2006 - João Paulo Borges Coelho Crónica da Rua 513.2
2007 - Ungulani Ba Ka Kossa Os sobreviventes da noite
2008 - Desconhecido  
2009 - Aldino Muianga Contravenção
2010 - Calane da Silva  
2011 - Lília Momplé Ninguém Matou Suhura
2012 - Desconhecido  
2013 - Desconhecido  
2014 - Luís Bernardo Honwana Nós Matámos o Cão-Tinhoso
2015 - Desconhecido  
2016 - Fátima Mendonça