Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

05
Set17

Daqui ao final do ano...

A lista da Tatiana deixou-me a suspirar por uma lista idêntica, para autores de língua portuguesa. As listas valem o que valem e a barreira dos números deixa sempre algo de fora. Ainda assim, como resistir-lhes?

 

Já só faltam 4 meses para o final do ano, este ano, em que me propus ler apenas livros de ficção em língua portuguesa (independentemente do país).

 

O resumo de leituras de 2017 não mente. Dos 61 livros lidos, ainda não li obras de autores/as de Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe Timor-Leste.

 

Porém, já tenho uma lista de autores para cada país, para quando estiver em viagens pelas estantes da biblioteca municipal. O primeiro será Terra Sonâmbula, de Mia Couto (E), por já estar na minha estante.

 

Além desses, tenho uma lista de obrigatórios (eu não acredito que nunca li este livro) para ler até ao final do ano:

  • Uma família inglesa, Júlio Dinis E
  • O dia dos prodígios, Lídia Jorge E
  • A balada da praia dos cães, José Cardoso Pires E
  • Memória de elefante, António Lobo Antunes E

Com excepção para ALA, todos os demais autores são novidade para mim. 

 

Mais, tenho de tentar apanhar, na biblioteca, o Pensar, Depressa e Devagar de Daniel Kahneman. Tem sido muito requisitado. 

Como uma reserva minha, iria impedir uma renovação de quem o tenha (15+15 dias), acabo sempre por preferir apanhá-lo disponível.

 

Também gostaria de ler algumas coisas das metas curriculares para o 9º ano (sobrinha nº 1) e do 6º ano (sobrinha nº 2). Os preferidos são:

  • “A Nau Catrineta”; “A Bela Infanta” in Romanceiro, Almeida Garrett  E
  • O alienista, Machado de Assis 
  • Meu Pé de Laranja Lima, José Mauro de Vasconcelos
  • Clepsidra, Camilo Pessanha E

 

Mas a próxima leitura é Dom Casmurro, Machado de Assis (E), que um dia comecei a ler, sem que o tivesse terminado e sem saber porquê.

6 comentários

Comentar post