Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

24
Jan18

Ursula K. Le Guin (1929-2018)

A minha adolescência teve muita ficção científica, mas era muito jovem e pouco conhecedora, para destacar autores. Lia ficção científica como literatura de escape... para outros mundos.

 

Tanto quanto me recordo, o meu primeiro contacto com Ursula K. Le Guin foi supreendente. Um pequeno livro de bolso - Floresta é o Nome do Mundo - a ser recomendado por Richard Zimmler, no âmbito de uma tertúlia literária?

Foi precisamente isso que aconteceu e desde então, nunca mais me esqueci o nome Ursula K. Le Guin e sempre esperei que a eterna candidada ao Nobel, fosse uma das escolhidas

 

Outra coisa que tinha planeado para este ano, era precisamente começar a ler o ciclo Terramar:

  1. O feiticeiro e a sombra
  2. Os túmulos de Atuan
  3. A praia mais longínqua (National Book Award)
  4. Tehanu, nome de estrela
  5. Num vento diferente