Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de Leituras

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

"O regresso à cultura. Sim, autenticamente à cultura. Não se pode consumir muito se se fica tranquilamente sentado a ler livros."

Diário de Leituras

03
Mar18

As minhas (prováveis) escolhas para o Março Feminino 2018

Dificilmente lerei todos estes livros, em apenas um mês, mas diverti-me a escolhê-los para encaixar nas categorias (#ML122).

Tenho as estantes cheias de livros que desejo ler Por isso, o exercício de selecção destes, foi tão fácil como arbitrário. 

Mas a verdade, é que me obrigou a sair um pouco do registo de clássicos no masculino, para onde estava a dirigir-me.

 


3 de Março – Dia Internacional da Vida Selvagem – Ler um livro com um animal (não doméstico) na capa.

  • Não costumo escolher livros pela capa (mentira), mas esta é lindíssima. Um romance histórico, passado no Japão pós 2ª Grande Guerra Mundial. Salman Rushdie disse da autora: "é uma escritora com uma forma imensa".

a

8 de Março – Dia Internacional da Mulher – Ler um livro escrito por uma mulher. 

  • A Marquesa de Alorna é uma das personagens mais fascinantes da nossa história. Muito provavelmente, irei ler a Leonor de Maria Teresa Horta, muito brevemente. 

a

14 de Março – Dia Branco – Ler um livro de capa maioritariamente branca.

  • Há algum tempo que não leio a Agustina Bessa-Luís, mas ainda não tenho "coragem" de avançar para o Síbila, considerado a sua obra máxima. 

a

20 de Março – Dia Internacional da Felicidade – Ler um livro de humor (cómico ou divertido). 

a

21 de Março – Dia Mundial da Poesia – Ler um livro de poesia. 

  • Volto ao meu objectivo de ler mais livros de países de língua oficial portuguesa. Neste caso, Guiné-Bissau- 

a

26 de Março – Dia do Livro Português/Dia do Autor Português – Ler um livro de uma autora portuguesa. 

  • Tenho várias opções disponíveis, mas não me consigo decidir. Talvez o Mistérios dos Mistérios, da Clara Pinto Correia, para um pouco de não-ficção.

a

27 de Março – Dia Mundial do Teatro – Ler um livro de Teatro.  

  • Não tenho nenhum na estante, pelo menos escrito por uma mulher. O que eu queria mesmo era aproveitar para ler  Os monólogos da vagina, de Eve Ensler. 

 

#marçofeminino  

#ML122dias 

2 comentários

Comentar post